Pacific Hydro Brasil

O Brasil se tornou a sétima economia do mundo em 2010, após crescer 7,5%, uma taxa que o País não alcançava desde 1986, devido a uma forte demanda interna, além de uma demanda externa da China e da Índia por produtos de agricultura e mineração.

A previsão é de que a demanda por eletricidade aumente em 32% entre 2010 e 2014, seguida de um aumento de 27% entre 2015 e 2019. Para atender a essa necessidade, a capacidade de geração atual precisa dobrar até 2025.

Com uma população de 190 milhões de pessoas e um potencial de mercado de energia renovável de US$ 25 bilhões, as oportunidades de negócios no Brasil são ilimitadas.

O mercado eólico brasileiro é relativamente recente. Desde a sua entrada no mercado, em 2006, com a compra da SES, a Pacific Hydro tem agido com rapidez para criar um negócio de energia eólica no Brasil e estabelecer sua presença na costa do Nordeste do País, rica em ventos.

A Pacific Hydro foi pioneira na criação de parques eólicos dentro do programa Proinfa (Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de energia elétrica) do Governo Federal. Em 2007, entregamos nosso primeiro projeto no País, o Parque Eólico Millennium, de 10 MW, seguido do Parque Eólico Vale dos Ventos, de 48 MW, em 2009.

Atualmente, nossas operações são controladas a partir do nosso escritório em Natal, no Nordeste do Brasil, e a partir do nosso escritório corporativo em São Paulo, que serve como uma importante base para identificação e avaliação de futuras oportunidades de energia limpa no País